Divulgue esse artigo

Quanto custa montar um escritório de advocacia? Esta é uma pergunta que muitos advogados que sonham em ter seu próprio negócio ou trabalhar de forma autônoma se fazem com frequência.

Assim como em qualquer profissão, é preciso dispor de um investimento inicial para montar uma empresa e, claro, mantê-la funcionando. Procurar por um imóvel em uma boa localização, mobiliar a sala, contratar uma recepcionista para atender ligações e receber os clientes e providenciar um serviço de limpeza são alguns pontos a planejar.

Porém, nem sempre há como viabilizar esses custos de imediato, especialmente se tratando de um escritório de advocacia, que normalmente requer um ambiente mais formal e sofisticado. Mas existe uma solução que vamos mostrar em seguida!

Quanto custa montar um escritório de advocacia?

Os escritórios de advocacia de renome geralmente ficam localizados em áreas nobres das grandes cidades brasileiras, o que acaba encarecendo os custos com locação e estrutura.

Tomando como base a cidade de São Paulo, podemos ter uma ideia dos valores inicias a serem investidos. O aluguel de uma sala comercial de 70 metros quadrados nas proximidades da Avenida Paulista, em São Paulo, custa pelo menos R$ 3.000 por mês, fora o condomínio que, em alguns casos, pode ultrapassar R$ 1.000.

Caso você esteja disposto a comprar uma sala comercial na região da Avenida Paulista, um dos endereços mais nobres do país, terá de fazer um investimento de cerca de R$ 500 mil para algo em torno de 50 metros quadrados, segundo preços consultados em sites de imóveis online.

Somam-se a esses valores os mobiliários e equipamentos, despesas com energia, água, internet, pessoal, limpeza e outros serviços essenciais.

Colocando tudo na ponta do lápis, parece bem difícil abrir um escritório de advocacia pelos moldes tradicionais, não é mesmo?

Mas, calma, nós temos uma sugestão que pode ajudar você a abrir o seu escritório de advocacia com uma estrutura completa com preços bem mais atrativos.  Vamos ver?

Escritório compartilhado: uma solução possível

O universo da advocacia tem suas tradições, mas já é possível encontrar muitos advogados adotando a estrutura de um escritório compartilhado.

No sistema de escritório compartilhado, o profissional pode usufruir de uma sala privativa ou de uma estação de trabalho (coworking), com direito à internet de alta qualidade, mobiliário moderno e serviço de limpeza por um custo fixo mensal bem mais baixo do que teria para montar um escritório de advocacia.

Além da estrutura de trabalho já pronta para uso, o advogado também conta com salas de reunião bem equipadas, para receber clientes e discutir com privacidade o andamento dos processos.

Os escritórios compartilhados geralmente ficam bem localizados em pontos estratégicos das cidades brasileiras, o que dá mais credibilidade para os profissionais.

Outro quesito adicional é que os advogados podem contratar também o serviço de ESCRITÓRIO VIRTUAL. Assim, além do local de trabalho, os profissionais têm direito a utilizar o endereço comercial e fiscal do escritório compartilhado para fins legais e de contabilidade, além de atendimento telefônico e outros serviços extras, entre eles o de motoboy.

Depois de todas essas informações, você acha que abrir uma empresa dentro de um escritório compartilhado é uma estratégia interessante? Então, conheça a estrutura da MY PLACE OFFICE, empresa que está entre os cinco maiores escritórios compartilhados do Brasil.

Ao todo, são 16 unidades espalhadas estrategicamente por quatro estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Espírito Santo, totalizando 3 mil clientes.

Além do serviço de escritório virtual, a My Place Office oferece estações de trabalho (coworking), salas de reunião e salas privativas bem estruturadas, uma excelente opção para montar um escritório de advocacia e atender seus clientes de forma muito profissional. Consulte nossos planos e veja que é possível montar um escritório de advocacia com preços bem mais atrativos.

Gostou do nosso artigo? Então acompanhe o nosso blog para ficar atualizado sobre o universo dos escritórios virtuais e coworkings.


Divulgue esse artigo