Em tempos do politicamente correto – e por amar muito os animais – peço a licença para parafrasear a seguinte citação “Ser empresário é como matar um leão por dia”. Cognitivamente falando, matar seria o modo mais fácil. Uma arma apropriada, uma boa mira e um tiro certeiro acabaria logo com o desafio …

Um leão nos espera à porta, todos os dias. Alguns dias, o bichano acorda com um bom humor incrível, lambe nossos pés, inclusive. Existem fases em que somos amigos e ficamos até emocionados com tanta cumplicidade. Outras vezes, sentimo-nos ameaçados. O fato é que ao longo dos anos de convivência com os felinos, sofremos arranhões profundos, que demoram para cicatrizar. Quem nunca achou (verdadeiramente) que sofreria um ataque letal?

Entendo que ser empresário no Brasil é domar um leão por dia. E, no dia seguinte, outro leão aparece!  Todo cuidado é pouco, pois aparecem em alcateia também! Existem, inclusive, leões raros – daqueles que nunca vimos – que precisamos de criatividade e anti-fragilidade para lidar. Domar leões requer paixão, coragem, competência, perseverança, afinal, ser constantemente ameaçado, ferido, e – ainda sim – não desistir em aprimorar as técnicas de amansar o bicho é para poucos! Então, para sobreviver no mundo empresarial é preciso ter um mindset visionário, focado e inteligente para saber lidar com a rotatividade de leões, assim como aprender as diversas formas de se relacionar com eles. E no fundo, no fundo, leão é leão! Não há espaço para mi-mi-mi.

O jogo psicológico entre domador e fera domada é intrigante. Por vezes, o leão troca de lugar com o empresário. E há muita confusão nisso. Será que dá para aprender a domar leões na escola?  Ou precisamos de DOM e muito treino de nossos talentos para tal projeto? Na dúvida, é melhor nos agarrar aos dois! Não sejamos ingênuos. Já vimos muitos empresários serem devorados por não respeitarem os leões, por acharem que são autossuficientes ou por acreditarem que leões não existem, é tudo coisa da mente.

Domar leões diariamente não é tarefa fácil. Seja qual o caso – e quais nomes os empresários dão aos seus leões –  a verdade é que tanto o empresário quanto o leão são muito fortes, destemidos, vaidosos e ambos possuem reputações a zelar. Por mais que você ache que está no topo da cadeia, não subestime o leão. Nunca.

Somos domadores de leões! Nosso país nos torna cada vez mais expert nessa função. E cá entre nós, é uma sensação incrível toda vez que conseguimos a proeza! Mas não esqueçamos que devemos muito respeito aos felinos, pois, apesar de adversários, são nossos melhores e maiores mestres.

Viviani Cabral, COO My Place Office.

Escrevi esse artigo no fim de 2019, para jogar na mídia no dia do empresário, em outubro de 2020. Acredito que a hora de publicar seja apropriada, já que leões raros estão à solta. Vamos juntos, empresários!